10 junho 2017



Passei por muitas dificuldade nessa vida. Muitas enquanto criança. Moramos em casas sempre muito precárias. Isso no RS, onde o frio é muito mais intenso que quaisquer outra parte do pais. Passamos fome. Contávamos com a ajuda de vizinhos quando minha mãe pedia. E meu pai saia de porta em porta oferecendo seu serviços, seus conhecimentos em trabalhos manuais e braçais em troca de alimentos. Meu pai e minha mãe, apesar de terem que alimentar 5 filhos, nunca roubaram ou pegaram nada de ninguém, nos ensinaram isso também. Além de jamis permitirem que saíssemos da escola para ajudar em casa. Eles sempre diziam que, cuidar da gente era papel deles.
Aprenderam a plantar no quintal de casa para ajudar na nossa alimentação. E nos ensinaram a contar apenas com aquilo que pudessem conquistar com nossos esforços honestos.
Crescemos, e tanto eu quanto minhas irmãs já passamos por "bons pedaços" nessa vida.
Há poucos anos atrás, eu e meu marido passamos por uma dessas fases negras! Já ficamos meses comendo arros branco puro. Que conseguia em troca de fazer unha. ou uma faxina aqui ou ali. Fora os bicos que meu marido fazia. Por que, por mais que nos esforçássemos nada, mas nada mesmo parecia dar certo. E tínhamos que ouvir de muitos que não estávamos "correndo atrás" ou dando o nosso melhor . Orientávamos nossos filhos para que aproveitassem a merenda escolar. Por que não havia garantias de que teriam refeição quando chegassem em casa.
Ainda assim, mantivemos a dignidade. Pedíamos ajuda; e algumas vezes obtivemos e com isso a cobranças dos favores algum tempo depois.
E ainda assim, nunca pegamos nada que não fosse nosso ou que não obtivéssemos autorização para pegar.
Aguentamos muita humilhação e o sumiço de familiares e amigos. O que serviu para sabermos o real valor que temos para as pessoas. Pois no meio de tudo isso surgiram outras, realmente maravilhosas, que se dão sem esperar nada em troca. A essas pessoas minha eterna gratidão e minha disposição a qualquer momento.
Orientamos nossos filhos sempre, que não precisavam ter o que os outros tinham para ter valor no mundo. E eles me orgulham por levar isso a sério.
Hoje, graças a Deus e creio sim, do nosso merecimento, vivemos bem. Não temos luxo ou não ostentamos viagens, jantares e presentes caros. Mas vivemos com dignidade, pagando nossas contas e despesas em dia. Não falta aos meus filhos as coisas que precisam. As vezes as que querem. E não falta o pão na nossa mesa.
Então não posso e jamais vou concordar com as ditas vitimas da sociedade. E muito menos os defensores dessas criaturas. Todos temos o poder de escolha. O livre arbitrio. E com isso suas consequências. E por isso mesmo que hoje posso viver em paz.
Não posso acreditar que os meninos que vendem drogas aqui perto o façam por necessidade. Não quando usam o dinheiro para comprar cordões de ouro imensos ou celulares caríssimos, em vez de, pelo menos, um par de calçados decentes. Ou arrumar o casebre que moram com os pais. Pais, esses que estão a trabalhar de gari desde as 5hs da manhã para a prefeitura. Se essas criaturas são vitimas, são vitimas dos próprios pais que não os souberam criar.
Que colocaram, como prioridade, em suas vidas o ter e jamais o ser. Pois sabiam que seriam sempre perdoados por serem "pobres coitadinhos"!
E quem é essa gente que critica tanto os governantes corruptos, só por terem nascidos em berço de ouro, e defendem o outro por ter subido as "próprias custas", surrupiando uns aqui, outros ali. Mas com todo o direito do mundo, pois veio do nada.
E continua valendo, nessa Pátria que nos pariu a máxima de que "ladrão que rouba ladrão, tem 100 anos de perdão". Ou o velho jeitinho brasileiro de se dar bem a quaisquer custo. Então por que reclamar agora. Só estão colocando em prática o que sempre foi amplamente difundindo como característica de um povo.
Os poucos que ainda zelam pelos velhos e ultrapassados bons costumes, decência, honradez, respeito ao próximo, gentileza, cortesia, respeito as leis e regras, são considerados ultrapassados, obsoletos e muito errados.

APRENDENDO SEMPRE

"Aprendi que grandes amigos podem se tornar ferrenhos inimigos; Que o amor, sozinho, nao tem a forca que imaginei; Que ouvi aos outros é o melhor remedio e o pior veneno; Que a gente nunca conhece uma pessoa de verdade, afinal gastamos a vida inteira pra conhecer a nos mesmos; Que confianca nao é questao de luxo, e sim de sobrevivencia; Que os poucos amigos que te apoiam na queda, sao muito mais forte do que os que te empurram; Que o nunca mais, nunca se cumpre; Que o para sempre, sempre acaba; Que minha familia com mil diferencas, esta sempre aqui quando preciso; Que ainda nao inventaram nada melhor do que colo de mae desde que o mundo é mundo; Que vou sempre me surpreender, seja com os outros ou comigo; Que vou cair e levantar milhoes de vezes... e ainda nao vou ter aprendido tudo!! É, a vida é assim!!! A verdade é que todo mundo vai te machucar, vc so tem que decidir por quem vale apena lutar...

SEGUIDORES

Related Posts with Thumbnails