09 março 2016

Dia da Mulher.

Quem dera não precisasse existir o dia da mulher.
Em pleno século 21, ainda existe muito preconceito, muito abuso e muito desrespeito em relação as mulheres.
Quero respeito e direitos iguais aos dos homens. Não quero de jeito nenhum ser um homem ou ser tratada como um homem.
É o que tenho visto muito por ai. Mulheres que tem um ataque se um homem lhes oferece qualquer tipo de gentileza.
Foi o que presenciei ontem. Estava chegando ao banco e um homem, deu uma corridinha e abriu a porta para mim. Ele permaneceu segurando a porta para a mulher que vinha atrás entrar e  a ouvi dizer que era perfeitamente capaz de abrir a porta sozinha.
Esse tipo de coisa acho inadmissível.
Eu gosto muito de receber gentilezas masculinas. Ainda quero sim que puxe a cadeira para eu sentar em um restaurante, que abram a porta do carro,  ou outra porta qualquer  para que eu passe. Aceito sim se alguém do sexo masculino me vê com problemas na rua e oferece ajuda. E gosto muito quando recebo cantadas de bom gosto.
E isso não me torna incapaz. Sei que sou capaz de abrir minhas próprias portas e pagar minhas contas, mas faz parte da minha condição feminina ser paparicada e gostar disso.
Quem diz o contrário, sinto muito se me acharão machista as "feminazis" de plantão, mas acho que são mulheres que jamais foram bem tratadas pelo homens. Ai elas se projetam naquilo que odeiam.
E não são só os homens que são machistas. As mulheres podem ser terríveis nesse aspecto, Quantas vezes, amigas me perguntaram se eu era SÓ dona de casa e me olharam horrorizadas quando confessei (de forma temerosa, devo dizer) que adorava serviços domésticos.
Quero ter o direito de usar short curto, blusa decotada,  sem ser taxada de vagabunda, sentar em uma lanchonete sem ninguém me perturbar, me recusar a dançar se não tiver vontade, não lavar a louça se não quiser após o jantar, a não ser mãe, a não casar, viajar sozinha, tomar um chopp com as amigas após o trabalho,  não me depilar (embora eu, particularmente ache isso nojento), usar cabelo curto, não querer dirigir um carro e dizer não pra sexo se não tiver a fim.
Sei que sou forte e capaz de muitas coisas tidas como masculinas. O  que quero é ter a liberdade de escolha, e fazer o que quiser, pelo simples fato de eu querer.  E ser respeitada assim mesmo. E não para agredir ou me vingar do sexo oposto e nem agradar as mulheres que pensam diferente de mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"http://www.ocomentarios.com" title="6664">

APRENDENDO SEMPRE

"Aprendi que grandes amigos podem se tornar ferrenhos inimigos; Que o amor, sozinho, nao tem a forca que imaginei; Que ouvi aos outros é o melhor remedio e o pior veneno; Que a gente nunca conhece uma pessoa de verdade, afinal gastamos a vida inteira pra conhecer a nos mesmos; Que confianca nao é questao de luxo, e sim de sobrevivencia; Que os poucos amigos que te apoiam na queda, sao muito mais forte do que os que te empurram; Que o nunca mais, nunca se cumpre; Que o para sempre, sempre acaba; Que minha familia com mil diferencas, esta sempre aqui quando preciso; Que ainda nao inventaram nada melhor do que colo de mae desde que o mundo é mundo; Que vou sempre me surpreender, seja com os outros ou comigo; Que vou cair e levantar milhoes de vezes... e ainda nao vou ter aprendido tudo!! É, a vida é assim!!! A verdade é que todo mundo vai te machucar, vc so tem que decidir por quem vale apena lutar...

SEGUIDORES

Related Posts with Thumbnails